Imagens (clique para ampliá-las)
Referência: negativo p/b do acervo do MAC-USP.Referência: negativo p/b do acervo do MAC-USP.Referência: negativo p/b do acervo do MAC-USP.Referência: negativo p/b do acervo do MAC-USP.Referência: negativo p/b do acervo do MAC-USP.Referência: pasta dossiê da artista na biblioteca do MAC-USP.

ERNESTINA KARMAN
Santos, SP, 1915. São Paulo, SP, 2004.

Ernestina Karman é artista, pesquisadora, professora e crítica de arte. Inovadora, estudou durante anos novos materiais plásticos. “Indiscutivelmente, houve uma dedicação em Ernestina Karman para o domínio de sua difícil matéria. Hoje, o que era uma pesquisa e uma experiência, tornou-se, não se pode negá-lo, uma presença integrada na história de nossa mais recente pintura”, escreveu Geraldo Ferraz, em 1963, por ocasião da mostra Ernestina Karman: pinturas e desenhos, em São Paulo.

Entre 1952 e 1953, estudou pintura impressionista com Colette Pujol e desenho clássico com Lucila Fraga. Participou do Atelier Abstração de 1954 a 1958, quando realizou suas pesquisas com a abstração. Mais tarde, formaria sua própria escola, em seu ateliê, baseada nos ensinamentos de seu mestre Flexor. Lecionou desenho, pintura, história da arte e estamparia.

Nos anos sessenta, em suas obras, passou a pesquisar diferentes materiais, como pedras, arame e estopa, realizando pinturas em relevo, às quais deu o nome de Estéreo Pinturas. Depois, substituiu o negro da paleta por asfalto, tanto nas pinturas quanto nos desenhos. Estes, que ficaram com brilho e em relevo, também foram denominados Estéreo Desenhos. “Estruturas, filigramas, poéticas e rítmicas surgem dos fios de asfalto”, disse Theon Spanudis sobre os desenhos da artista, na exposição Ernestina Karman. Asfalto: pinturas e desenhos, no Instituto Histórico e Geográfico de Santos, em 1965. Em 1967, participou da VII Bienal Internacional de São Paulo, expondo seus Estéreos.

É uma das fundadoras do NUGRASP - Núcleo dos Gravadores de São Paulo. Participou dos V, VIII, IX, X, XII, XIV e XV SPAM, além das VII e VIII Bienais de São Paulo.

Tatiana Rysevas Guerra
[bolsista]
Profa. Dra. Daisy V. M. Peccinini de Alvarado
[coordenadora do projeto]